Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Super Tecnologia

Análise de Equipamentos Tecnológicos

Xiaomi – A História de Sucesso

18.02.19 | Super Tec

Hoje não temos nenhuma análise a produtos, hoje o post é um trabalho de pesquisa e informação, quantos de vocês conhecem ou já ouviram falar dos produtos da Xiaomi, e não conhecem nada da história desta empresa, pois então hoje estou cá para contar tudo.

1200px-Xiaomi_logo.svg.png

A Xiaomi não tem muito tempo no mercado, mas conta já com uma história de sucesso e um catálogo bastante respeitado de produtos nas mais diferentes áreas.

 

O Inicio…

A empresa foi fundada em Abril de 2010 por oito sócios nos arredores de Pequim, na China. Um deles é o primeiro e atual CEO, Lei Jun.

Ele começou como engenheiro da Kingsoft, uma das empresas de software mais poderosas do país. Os outros parceiros incluem até ex-executivos das filiais da Google e da Motorola na China — ou seja, experiência no mercado não falta.

02144647414259.jpg

Os fundadores da Xiaomi

 

Mas o que significa Xiaomi? Em chinês, o nome é literalmente "pequeno arroz".

Durante a segunda guerra sino-japonesa, de 1937 a 1945, o líder Mao tse Tung dizia que a China combatia usando "xiaomi e rifles". Além disso, no budismo existe o ditado de que um único grão de arroz é capaz de ser tão incrível quanto uma montanha. Esse alimento representa então uma base sólida de força, e hoje é presença certa na mesa de boa parte da população de lá. A marca Xiaomi quer ter uma base tão bem estabelecida e ser tão importante e essencial para as pessoas quanto o arroz.

Passamos então aos produtos

O primeiro produto da empresa foi a MIUI, uma skin baseada no Android para ser usada por cima do sistema operacional da Google, e que é atualizada até hoje.

A primeira versão saiu em abril de 2010 e tinha como base o Android 2.2 Froyo.

A primeira versão só tinha chinês como idioma, adicionando uma série de apps e extras.

Logo ai veio a primeira das comparações com a Apple, logo nessa altura foi muito comparada com a IOS da Apple.

Já o primeiro equipamento saiu em agosto de 2011. O Xiaomi Mi1 foi o primeiro smartphone da China com chip dual-core e prometia boas especificações técnicas por um preço surpreendentemente baixo.

Foram mais de 300 mil pedidos de pré-venda em menos de 2 dias.

Xiaomi-Mi-1.jpg

Os modelos Mi2 e Mi3 também foram um sucesso, e o Mi4 foi chamado pela própria marca por algum tempo como o mais poderoso que já tinham lançado. A empresa começou a internacionalização em 2014, expandido para Singapura e logo depois para outros países próximos, como a Índia.

Nesse mesmo ano, adquiriu o domínio mi.com pelo equivalente a 2,8 milhões de Euros, a maior quantia já gasta na compra de um endereço online na China.

 

Preconceitos com produtos Chineses.

Nessa época, o público ainda via produtos chineses com preconceito e desconfiança, e a Xiaomi sofreu um pouco no começo. As vendas foram excelentes na China, mas no Ocidente ainda tinha uma imagem de empresa pequena e com produtos de acabamento mau.

Além de tudo isso a Xiaomi foi ainda acusada nos seus primeiros anos de ser uma cópia da Apple, de lançar uma versão de baixo custo do iPhone com Android.

Mas será que foi mesmo essa a intenção?

02150724775291.jpg

O mi 4 foi um dos mais comparados com smartphone da apple

Muita gente pergunta com alguma desconfiança nos produtos como é possível venderem tão barato e publicitarem tão boas características nos equipamentos??

Tudo se deve ao fato da Xiaomi utilizar modelos de negócio bem próprios que a fazem gastar pouco e ganhar dinheiro vendendo os aparelhos por preços muito chamativos.

Para começar, a fabricação dos aparelhos ocorre com várias parceiras locais, que também já fazem componentes pra gigantes da área, como Apple e Sony. A Xiaomi também usa o menor espaço físico possível, preferindo lojas online e promoções no próprio site. Controla muito bem o stoke, vendendo de forma relâmpago e com ótimo marketing.

Isso a fez construir uma legião de fãs, os chamado Mi Fans, que são pessoas que de maneira voluntária consomem e promovem a marca, especialmente na internet.

Em cinco anos, a Xiaomi acumulou valor de mercado de 45 bilhões de dólares, base de mais de 160 milhões de usuários e um portfólio variado.

 

A Xiaomi do presente

Em outubro de 2016, a Xiaomi apresentou um dos smartphones mais surpreendentes daquele ano. O Mi Mix, que tem uma tela que ocupa praticamente toda a parte frontal do aparelho, corpo elegante de cerâmica e especificações de top de gama. Esse estilo foi adotado por várias rivais em 2017, e o stoke online inicial do Mi Mix acabou em nada menos que 10 segundos.

Xiaomi_Mi_Mix_L_1.jpg

 E em breve está pronta novamente para surpreender o mundo com a chegada do Mi9.

Ajude este Blog a crescer, subscreve para não perderes nenhuma análise, basta colocares o teu email e carregar em subscrever.

 

Produtos Xiaomi que recomendo:

Xiaomi Mi Band 3

Mi Mix 2

Mi Mix 3

Redmi Note 7

Xiaomi mi 8Lite

Router Xiaomi 3C

Coluna Portatil